• Ana Carolina Rocha

Oito dicas para sair do vermelho

Atualizado: Set 9

A situação é mais comum do que se imagina: contas atrasadas, despesas altas não planejadas e descontrole com os gastos. Pronto, quando você percebe, está com o saldo bancário vermelho.


Mas calma, não se desespere! Com um pouco de organização e determinação, é possível virar este jogo. Para te ajudá-lo nesta missão, a equipe da Super Simples separou oito dicas para você sair desta situação.



  • Saiba qual é a real situação das suas dívidas

O primeiro passo para sair do vermelho é saber qual é a real situação das suas finanças e das suas dívidas. Coloque no papel quanto você está devendo, há quanto tempo e para quem. Mesmo os pequenos débitos não devem ficar de fora deste levantamento.



  • Faça uma análise completa do seu orçamento financeiro pessoal

Dívidas devidamente listadas, é hora de analisar o orçamento financeiro pessoal para traçar um plano para quitar as pendências.


Liste todas as receitas que recebe, como salário, dinheiro extra etc. Em seguida, coloque no papel as despesas fixas, como aluguel, condomínio e contas de água, luz etc. Por fim, liste as despesas variáveis, como restaurante, compras, cuidados pessoais.


Com essas informações, você tem a possibilidade de descobrir onde é possível cortar gastos para quitar as dívidas existentes e sair do vermelho.


Que tal ganhar uma forcinha da Super Simples para entender se realmente está despendendo mais do que pode. Baixe agora a nossa planilha que controle de gastos pelo link: CLIQUE AQUI


  • Priorize as dívidas mais altas

Dívidas no cheque especial e de cartão de crédito cobram os juros mais altos do mercado. Por isso, é importante dar prioridade a elas quando for renegociar com os credores.

  • Troque uma dívida alta por uma com juros mais baixos

Caso não tenha dinheiro para quitar dívidas altas, como cartão de crédito e cheque especial, considere trocá-las por modelos que cobrem juros mais baixos, como um empréstimo consignado ou crédito pessoal.


  • Saiba como renegociar com os credores

Depois de identificar quanto deve, há quanto tempo e para quem (primeira dica), você irá renegociar as suas dívidas com os credores. Antes de contatá-los, tenha em mente uma proposta de pagamento de acordo com as suas possibilidades. Afinal, saldar a dívida é positiva para ambos os lados.

  • Reorganize-se para evitar novas dívidas

Para desfrutar de uma vida financeira saudável, é preciso mudar hábitos e rever sua relação com o dinheiro para evitar ficar novamente no vermelho. Corte gastos desnecessários e evite compras de impulso.


  • Evite parcelamentos

Para sair do vermelho — ou fugir dele — fique de olho nas compras parceladas que dão a falsa ideia de que a aquisição não irá comprometer o orçamento. Lembre-se que no valor das parcelas, muitas vezes, estão incluídos juros altos. Assim, o ideal é sempre economizar para comprar à vista.


  • Crie uma reserva de emergência

Depois de sair do vermelho e identificar comportamentos que são prejudiciais para sua vida financeira, você está pronto para dar um passo importante rumo a sua segurança financeira.


Separe, mensalmente, uma quantia para criar este fundo de emergência. O recomendado é que esta reserva tenha um montante equivalente a três meses de gastos. Dessa forma, você fica resguardado caso surja alguma despesa inesperada no seu orçamento.


Você está sabendo gerenciar suas contas com sabedoria?


Se a resposta for "não", vamos te ajudar a dar o primeiro passo. Vou te dar acesso a uma planilha que irá te ajudar a mensurar as suas despesas mensais, clique aqui.


© 2020 Super Simples. Todos os direitos reservados.
Feito com ❤ por Mic Aof